top of page

Aumento das Taxas para os Vistos Americanos


O Governo norte americano anunciou o reajuste nos valores das taxas de solicitação de benefícios imigratórios americanos, que inclui a solicitação de vistos para viagem aos Estados Unidos. O Departamento de Estado informou que com base em estudos, foi necessário o aumento das taxas para manutenção financeira adequada do sistema, que sofreu forte impacto com o Covid-19.


O orçamento americano para imigração em 2023 é composto por mais de $20 bilhões de dólares, destinado à várias agências imigratórias como o CBP (U.S. Customs and Border Protection) e a ICE (U.S. Immigration and Customs Enforcement).


A partir do dia 30 de maio, o visto de negócio e/ou turismo, conhecido como B1/B2, ficou 15,6% mais caro. Sua taxa passou de US$ 160 para US$ 185. Assim como o B1/B2, os vistos para estudantes e intercambistas (F e J) também passaram de US$ 160 para US$ 185.


Para estrangeiros que desejam aplicar para um visto de trabalho não-imigrante das categorias H, L, O, P, Q e R, também devem desembolsar mais dinheiro desde o dia 30 de maio de 2023. O valor do visto passou de US$ 190 para US$ 205. Também houve reajuste no valor do visto de categoria E, que é o visto destinado para comerciantes e investidores. O valor deste visto foi o que teve o maior reajuste, passando de US$ 205 para US$ 315. Vale ressaltar que este visto não é permito para brasileiros.


Foi a primeira atualização nos valores destes documentos para os não-imigrantes, desde 2014, quando foi realizada a última atualização. Vale ressaltar, que esta atualização não altera a taxa para solicitar isenção do requisito de residência de dois anos para certos visitantes de intercâmbio, que permanece em US$ 120.

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page