Emigrar para os Estados Unidos vai ficar mais barato?


Emigrar para os Estados Unidos pode ficar mais barato. Isso porque o Department of Homeland Security - DHS (o Departamento de Segurança Interna) anunciou neste final de semana, de forma até surpreendente, um reajuste menor do que o esperado nas taxas cobradas pelos serviços de Cidadania e Imigração oferecidos pelo United States Citizenship and Immigration Services - USCIS.


Em alguns casos, as taxas para vistos imigratórios ficaram até 20% menores do que as cobradas atualmente, algumas outras taxas, por sua vez, tiveram aumentos significativos.


A surpresa vem do fato de que, diferentemente da maioria das agências governamentais americanas, a estrutura do USCIS é praticamente toda custeada pelas tarifas cobradas pelos serviços prestados. E hoje o USCIS enfrenta um agudo problema financeiro. O déficit para o ano fiscal que se encerra em setembro próximo é calculado em aproximadamente US$ 1.2 bilhão, conforme havíamos comentado em outro post.


O USCIS cogita, como apresentado nas últimas semanas, colocar em licença não remunerada cerca de 13000, de seus 19.000 funcionários, devido à crise financeira. Se isso acontecer, prejudicará muito a prestação de serviços do Departamento na emissão e julgamento de casos de solicitação de vistos de ajuste da condição de estrangeiros em solo americano, entre outros.

Segundo informações da própria USCIS e, conforme exigido por lei federal, a agência conduziu uma revisão abrangente das taxas bienais que eram as mesmas desde 2016 e confirmou que as taxas atuais não recuperam o custo da prestação de seus serviços. O DHS está ajustando as taxas do USCIS em um aumento médio ponderado de 20% para ajudar a recuperar seus custos operacionais. Mas algumas taxas efetivamente caíram como, por exemplo, as taxas para solicitação dos vistos profissionais (Employment Based – EBs) feita através do formulário I-140 que cairá de $700 dólares para $555; a taxa de biometria que hoje é de 85 dólares e passará a ser de $30; e a taxa da solicitação de ajuste de status para aqueles que já estão em solo americano que cairá de $1140 dólares para $1130. As novas tarifas, se confirmadas, entram em vigor em 2 de outubro próximo.


Will emigrating to the United States get cheaper?

Emigrating to the United States can get cheaper. Surprisingly the Department of Homeland Security - DHS (the Department of Homeland Security) announced this weekend a lower than expected readjustment in the fees charged for Citizenship and Immigration services offered by the United States Citizenship and Immigration Services - USCIS. In some cases, immigration visa fees have been up to 20% lower than those currently charged, some other fees, in other hand, have increased significantly.


The surprise comes from the fact that, unlike most American government agencies, the USCIS organizational structure is practically entirely covered by the fees charged for the services provided. And today the USCIS faces a critical financial problem. The deficit for the fiscal year ending next September is estimated at approximately US $ 1.2 billion, as we mentioned in another post.


The USCIS is considering, as presented in recent weeks, to put about 13,000 of its 19,000 employees on unpaid leave due to the financial crisis. If this happens, it will severely hamper the Department's service provision in issuing and judging visa application cases to adjust the condition of foreigners on American soil, among others.


According to information from USCIS itself and, as required by federal law, the agency conducted a extensive review of biennial fees that were the same since 2016 and confirmed that current fees do not recover the cost of providing its services. DHS is adjusting USCIS rates by a weighted average increase of 20% to help recover its operating costs. But some fees have actually dropped, for example, application fees for Employment Based (EBs) visa using Form I-140 will drop from $ 700 to $ 555; the biometric fee, which today is $ 85 and will be $ 30; and the fee for adjustment of status for those already on American soil will drop from $ 1140 to $ 1130. The new fees, if confirmed, will take effect on October 2nd.

27 visualizações0 comentário